Não, não me refiro a você de esquerda ou de direita. Me refiro a todos nós. A história nos é contada por alguém e sempre virá com a interpretação que convém a quem está contando.

A história do Brasil é contada por pessoas com lado. Mas a questão do regime militar e do golpe de 64 é contado e repetido pelos maiores prejudicados: imprensa e classe artistica. Logo, há um viés.

O documentário do Brasil Paralelo não necessariamente muda o que você pensa. Mas fatalmente muda o que você sabe.

E tenha plena convicção de quem vive do lado de quem “informa”:  você não sabe o que acontece. Você sabe o que vazam pra nós e a gente te conta como convém. Então após 20 anos de jornalismo aprendi que você deve ouvir várias versões até “achar” algo.

A versão do golpe de 64 é quase oficial e em momento algum de nossas vidas, seja na escola ou na vida adulta via imprensa, nos foi dado um outro lado. Portanto, concorde com ele ou não, você nunca o ouviu.

Se dê o direito de saber os dois lados.

Assista ao documentário. Você pode não mudar uma virgula do que você acha. Mas você precisa adicionar alguns fatos ao que você sabe.

RicaPerrone

[instagram-feed]