Essa é uma das reclamações que mais recebo em 2019. E hoje, mais uma vez, assisti ao jogo e me pergunto ao final de mais uma vitória: falar o que?

O Cruzeiro ganha com facilidade, não dá um espetáculo nem joga mal. É campeão mineiro, invicto na temporada, nem gol na Libertadores tomou e faz a melhor campanha com folga.

Tem no Fred o melhor atacante do país novamente, no Dedé o melhor zagueiro e o time de melhor campanha no ano. Só que tudo isso é informação, não opinião. Você já sabe.

Falar do Cruzeiro é difícil porque, como costumo dizer, quando ele ganha é com uma impossibilidade de “poréns” constrangedora.  Deve ser o clube brasileiro de conquistas menos contestáveis em todos os tempos.

Não sabe ganhar sofrido. Faz com sobras. E começa 2019 com pinta de Cruzeiro: sobrando.

O mineiro não é referência, alguns dos adversários da Libertadores também? Ok.  Mas se dentro disso você vence, faz mais do que o esperado e chega ao quinto mês do ano com suas duas missões cumpridas, vai falar o que?

Parabéns. No mínimo…

RicaPerrone

Compartilhe!