O Santos errou,  é claro que errou.  Deveria ter tido o cuidado de investigar mais e até ter feito um contato formal com a entidade para escalar o jogador.

Sim, eu achei que seria punido quando vi o caso. Afinal, é a regra.  Mas então surgiu o caso River, a absolvição e o argumento de que o sujeito jogou 7 partidas irregulares mas que o clube consultou a Conmebol.

E o Santos não?

Por e-mail, não. Mas foi ao sistema da entidade e o jogador estava liberado. Portanto, de outra forma, mas também houve consulta.  Você pode punir o Santos, desde que não tenha absolvido o River Plate dias antes.

A CBF não fala nada, os times brasileiros são desunidos e burros. Vão achar engraçado o rival se fuder.  Amanhã será ele, mas tudo bem. Por uma risadinha hoje eles não se importam com o que virá amanhã.

A Conmebol trata o Brasil dessa forma há décadas. Nunca falamos nada, e pelo jeito nem iremos. Hoje o Santos, ontem Fluminense, Flamengo, SPFC, Corinthians, Grêmio, etc.

Somos os bobos da corte.

Não se trata de ser correto. Se trata de não ser otário. E sim, nós somos.

Somos o bom marido gentil. Só que a Conmebol é uma vadia.  Não importa o quão correto você seja, ela vai acabar dando pro malandro.  Então, deixe-a ou torne-se malandro também.

abs,
RicaPerrone