Home » + Chamada » Vendas e vendas

Vendas e vendas

Veja a diferença entre vender um jogador e vender um jogador.  Ops, mas é a mesma coisa? Não.

O São Paulo vendeu uma promessa que sequer é titular por 15 milhões de euros + % numa próxima venda. Não é uma negociação, é uma intimação a venda. Você não tem muito o que argumentar, mesmo que este jogador possa parecer um novo Neymar (que não é o caso), a venda precoce é uma garantia considerável em dinheiro.

O Flamengo vendeu Jorge, titular, seleção, por 8.  É aceitável? Sim. Mas ainda torna-se discutível.

As vendas são atreladas ao valor. Todo jogador, pra não dizer tudo na vida, tem um preço.  O São Paulo vende muito bem porque tem o case Kaká recente, a idéia de formação, o Caio, enfim, aquela cara de clube “europeu” no Brasil que ainda ajuda muito.

Exemplo disso foi quando o Alex Silva voltou pro São Paulo. Ele tinha tudo acertado no Flamengo, quando o clube alemão viu as duas propostas, mandou ele pro São Paulo por causa da estrutura, da seriedade, etc.  Hoje não é mais bem assim.  Mas ainda que não seja, leva tempo pra mudar e pesa.

O Neres vale 15? Ok. Então o Jorge não vale só 8.  Ou se o Jorge vale 8, o Neres não vale 15.

Alguém poderia ter segurado a venda. Eu voto no Flamengo.

abs,
RicaPerrone

Comentários