Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Venceu!

Venceu!

Era natural. O prazo de validade de Emerson Leão é semelhante ao do Yakult. Antes de acabar, vence.

Em conflito com a diretoria do SPFC, pela primeira vez, dá pra discutir as razões. Normalmente o erro é de Leão e sua arrogância, mas desta vez fica difícil meter 100% nas costas dele, afinal, a diretoria até tirar jogador da concentração fez.

Duas lendas em péssima fase. Diretoria do SPFC e Leão, os dois andam precisando se afastar. Cansou, não dá mais.

Caridosamente o tricolor chamou Leão, já quase aposentado pelo mercado. E incoerente, aceitou ficar até quando foi desautorizado em seu elenco pela própria diretoria, algo que até outro dia ele jurava “não aceitar”.

Agora aceita, até porque, está sem mercado. É dali pra um time menor e dele pra casa.

E o São Paulo, em processo de “palmeirização” avançado, segue errando.

O time que tem o ditador eterno, que já contrata treinadores sem avaliar o risco, que erra mais do que acerta em reforços há anos e, em breve, o que vai começar a colocar a culpa dos fracassos na mídia.

Aquele que ontem debochava dos rivais, hoje faz igual ou pior. E tem em seu treinador o melhor retrato dos seus dirigentes: Um líder arrogante, com passado e pouco futuro.

Ceninhas toscas, pequenas. Diretoria tirando jogador titular da concentração, técnico cheio de marra engolindo sapo, time que vive de surtos individuais e menosprezo aos rivais que o goleiam por 4×2.

Alguém vai pagar a conta. E óbvio que será o treinador. Sujeito que, por mais que eu deteste como profissional, neste caso não é 100% culpado.

Mas vai ser. Porque é mais fácil que seja.

abs,
RicaPerrone

Comentários