Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Vem aí um novo Flamengo

Vem aí um novo Flamengo

Não sei se meu otimismo em relação ao que vi hoje chega a atingir 1% da torcida, que vaiou com razão no final da partida. Sei que não me apeguei ao jogo, ao placar, mas sim ao que Jorginho estava vendo do time que tem em mãos.

Assim, tentando entender sua cabeça, entenderei mais rápido suas mudanças no time. E vi, com alguma dose de boa vontade, uma idéia que me agrada sobre o novo Flamengo.

Em campo, hoje, era isso.

E antes que você fale em desfalques, em problemas de passes de 2 metros e etc, note o que de fato mudou no Mengão. O conceito de 3 atacantes não tendo 3 jogadores de ataque parece ter virado segundo plano. Menos mal.

Cleber Santana, meia hoje por falta de opção, não era “o dez” que entra na área. Interessante porque ele ficava no centro, articulava e quem entrava vindo de trás eram Ibson e Elias, nunca o Cleber.

Concordo com isso. Os dois volantes do Flamengo citados são ótimos de frente pro gol.

Sem aquele trio de ataque inexistente do Dorival Leo e João Paulo voltaram a linha de fundo. E é óbvio, pois quando tem 3 caras na frente (2 abertos) a bola vai e volta rápido, não dá tempo de aproximar lateral com alguém já aberto a sua frente.

Não se joga com 3 atacantes sem ter sequer dois de qualidade.  Amaral dá ao Ibson e Elias a opção de sair pro jogo sem medo, o que deve fazer o futebol dos dois crescer muito.

A questão é bem simples. Na frente o Flamengo tem um centroavante ruim, que tem feito gols, mas é ruim. Um garoto que corre pra cacete mas que já colocaram num patamar que não é real e nenhum meia que de fato faça a bola rolar com improviso.

Adryan é claramente o melhor meia armador do Flamengo. Não vinha sequer entrando, hoje entrou no fim. Indica, ao menos, que o Jorginho olhou pra ele.

Já é um indício.

Se a idéia dele for o time que começou jogando com o Adryan no meio (ou até o Rodolfo), acho que vai melhorar bastante do que vinha sendo feito. O que não dá é pra esperar que da prancheta de um treinador venha a solução para a falta de qualidade técnica do time.

O time é bem comum. Não espere nada além disso.

No segundo tempo o Flamengo voltou aos 3 atacantes, e piorou o que já não era bom.

Entre o mau futebol apresentado, o resultado que não foi nada bom e as idéias do Jorginho diante do que tem nas mãos, vou conseguir sair achando que tive mais boas impressões do que ruins.

Até porque, vamos ser honestos, grandes merdas o estadual e o placar do jogo. O relevante de fato é preparar o time pra Copa do Brasil e Brasileirão. E isso deve ser feito com testes exatamente contra times pequenos no estadual.

Sem pânico. “Deu ruim” de novo, mas a idéia já mudou.

abs,
RicaPerrone

Comentários