Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Tente entender

Tente entender

Por critérios lógicos e éticos, como prega o SPFC e sua diretoria insuportável, a CBF não pode ter envolvimento próximo a clubes, como tinha Andres e o Corinthians, por exemplo.

Daí, numa onda escrota, armada, camuflando incompetencia, surgiu a modinha de odiar a CBF e por isso torcer contra a seleção. Milhares de tolos tricolores acreditaram na teoria que escondia os erros do clube e então surgiu o #SoyCeleste, momento épico da imbecilidade humana.

Mas, cheios de moral e ética, diziam que “A campanha de torcer por outro pais é pra CBF ser neutra, não privilegiar ninguém!”.

Claro, natural. Como na taça de bolinhas, pau que bate em Chico não bate em Francisco. E agora, com presidente amigão, tricolor, colado no Morumbi, tudo bem.

Ney Franco teria sido vetado pra ir pro Cruzeiro. Não sei se é verdade. Mesmo se não for, que diabos um projeto olímpico com técnico pra base tão relevante no processo e a dias de estar em Londres com a comissão técnica pode ser encerrado pra “ajudar” o Tricolor?

Cadê as campanhas da ética, do “não favorecimento” e do discurso vazio de coerencia no futebol e nos comandantes?

Ney Franco é comum. Não é ruim, nem gênio. Fala baixinho, não se impoe, sempre perdeu os grupos que liderou e não me parece solução de nada.

Se é pra apostar, faria em algo novo ou com personalidade alternativa. Tipo Dunga, Renato, enfim, alguém que tenha uma cara.

Ney tem a cara da maioria. Não vai mexer no clube, peitar presidente, encarar diretoria e brigar por algo maior. Vai aceitar tudo e ficar ali, tão quietinho quanto convém.

Tão calado quanto os alucinados tricolores cobradores da ética e do “não relacionamento” da CBF com clubes. Mas que hoje, adoram a idéia.

O tempo passa, a bola segue rolando e o futebol ensina todo santo dia: Pra torcedor, seja ele de gravata dirigindo clube ou na geral pulando sem dente, vale o que convém e quando convém.

Viva a CBF! E agora, #SoyBrazil?

abs,
RicaPerrone

Comentários