Home » + Chamada » Tanto faz

Tanto faz

Passionalmente, como clube, amador ou profissional, Muralha já estaria sendo “estudado” ou afastado pelas falhas.  Fosse o Flamengo uma empresa, como pregam seus gestores, o responsável pelo setor seria afastado.

Seja pelo ângulo que você escolher, o Flamengo não está blindando seu jogador, nem seu preparador. Está piorando a situação.

Se na avaliação interna o preparador é bom, e eu sequer o conheço, que fique claro, então alguém tem que ser responsável pelo Flamengo não ter um goleiro reserva em condições de atuar.

Claro que há fatalidades. Um ano atípico em alguns sentidos, até câncer e dopping teve. Mas o Muralha chegou ao clube indo pra seleção brasileira. E eu não o conheci ontem. Eu vi jogos dele no Figueira, e não era montagem.

Ontem Muralha escolheu um lado. Até agora ele podia ser um cara vitima de enorme pressão que não estava rendendo. Agora ele é o cara que resolveu fazer gracinha e deixou o time em situação delicada pra Libertadores 2018.

A escolha é dele. Toda revolta que hoje toma conta do Rio de Janeiro é responsabilidade dele. Por brincadeira, não por algum problema técnico ou psicologico. Logo, aguente.

Pouco defensável o lado rubro-negro nessa história. Há 1 ano o Flamengo não tem goleiros em condições de atuar e ninguém foi responsável.  Mais recentemente precisou, não teve goleiro. Seguiu, trouxe um novo da Europa, o cara se machucou.  Mas não há no planejamento do Flamengo um goleiro na base pronto pra uma emergencia?

Porque se não é uma emergencia ter dois goleiros sem confiança, queimados com a torcida numa semifinal do unico torneio do ano que “ainda dá”, eu não sei mais o que pensar dessa “serenidade” com que o Flamengo lida com seus problemas.

abs,
RicaPerrone

Comentários