É um São Paulo estranho, sem dúvida.  Capaz de golear e ser goleado. De jogar como se não houvesse amanhã e como se não tivesse nem aí pra...