A discussão ainda é bastante emotiva, pouco racional e compreensiva. Mas é hora de dar datas e levarmos adiante. O jogo não pode parar, como nada na vida...