Se preferir, desde a final de 1986, onde Maradona deu um título a até então figurante de uma Copa só e com asterisco.  Desde aquele dia, pasmem senhoras...