Tag Archives: Libertadores

Order By
Category
Format
standard
image
video
quote
audio

Carlos, Arthur; minha nação

Estou nos EUA há uma semana. Digo isso logo de cara pra que compreendam que pela primeira vez na vida eu não vivi o pré de um jogo decisivo. Não há futebol nos EUA, simples assim. Passei dias sem rede social, sem os amigos, trabalhando o mínimo possível e portanto perdendo a ligação com a...Read

Foi hoje!

O dia mais esperado pelos rubro-negros por mais de 30 anos aconteceu nesta noite. Talvez ele precise de umas semanas pra compreender, mas o que você esperou não foi o título da Libertadores mas sim viver a noite da conquista. Você não passou 30 anos pensando em viajar pra Santiago, nem mesmo em ganhar a...Read
pluto

Irreconhecíveis

Um Flamengo que joga Libertadores com tranquilidade fora de casa. Um Grêmio que superestima o adversário mesmo diante de sua torcida. Incomum, mas recente. Foi a noite de ontem na Arena. O Flamengo beirou o ideal no primeiro tempo. Se aproveitou muito bem dos desfalques do Grêmio, usou o setor e com muita calma jogou...Read

Saiu barato e pode custar caro

O resultado é muito bom e o River está bem perto da final. Diria que está, não fosse o Boca do outro lado. A diferença entre os dois times é muito grande. E essa diferença só se iguala em fatores não tão atuais, mas sim históricos. O Boca é um time que você tem que...Read

O “azarão” não lhe cabe

Um treinador desconhecido, um clube vindo da série B, uma rápida retomada e sim, surpresa. Não se esperava tanto tão rapidamente. E então o Inter se recoloca no cenário competitivo de alto nível do Brasil e começa se deparar com jogos como Nacional e Cruzeiro, onde se posta como um “azarão” fora, se defende bem,...Read

Tudo errado

Não vamos só no treinador, é covardia. Embora ache que esse estilo “é o que tem” não condiz com o time que de fato tens. O Inter é um time armado pra contra-atacar. Pra se defender bem. Joga menos do que pode com resultados convincentes e portanto divide-se entre os que questionam desempenho com quem...Read

No seu melhor lugar

De favorito não lhe serve. De zebra não tem nada. O Flamengo quase classificado se viu prestes a vencer logo de cara, flertou com um sufoco, saiu consagrado e no seu melhor lugar. Semifinalista, como há muito não era. E também porque há muito não merecia. Hoje merece. Embora o time tenha apresentado dois defeitos...Read

Palmeiras optou por ser regular

Ao dia seguinte resta a dor e a reflexão. Entre os mais exaltados a busca por vilões, como se houvesse um rebaixamento a ser questionado. Aos mais ponderados, alguns pontos simples de entender. Perdeu pra Inter e Grêmio. Com todo respeito, ninguém deve camisa a ninguém nesses confrontos. Resultados absolutamente normais.   O Palmeiras optou...Read

E não acabou

O Grêmio faz um time sem estrelas, ganha a Copa do Brasil e muita gente chama de lampejo. Vem a Libertadores, o Grêmio ganha sem dó nem contestação. É semifinalista da Copa do Brasil e quarto no Brasileirão. Agora sim, acaba. E não acaba. Vem 2018, o time ganha o estadual, a Recopa, termina o...Read

O óbvio improvável

O Flamengo é o único caso no planeta onde todo mundo sabe que é óbvio um comportamento desde que ele não não seja o mais provável. Explico. Ao viajar pro Equador era certo o favoritismo. O bom rubro-negro sabia: “vai dar merda”. Ao perder por 2×0 lá, perder Diego e não ter Arrascaeta e Everton...Read

Enfim, sem “poréns”

O Inter tem um bom time. Ao contrário do que muita gente diz, dá pra jogar bem e vencer. Não é um ou outro. Prova disso são jogos como o desta noite. Não satisfeito em vencer, o Inter estava disposto a convencer. Sair de campo aplaudido em pé e sem “poréns”. “Ganhou mas não jogou...Read

É pouco, Mano

Por mais complicada que seja a crise interna, por pior que seja o ambiente, o futebol do Cruzeiro é pobre. E quando digo isso me refiro exatamente ao que ele poderia fazer, não a uma “fraqueza” em seu elenco. Com o time que tem dá pra jogar muito mais. Mano é adepto de um futebol...Read

Como a banda toca

Jesus foi puramente treinador. Ignorou o campeonato, o clube, o histórico e a relação de confiança com o torcedor. Resolveu por conta e risco que trataria o jogo da Libertadores como um jogo qualquer. Se vence com Rafinha na frente, é gênio. Perdeu, que aguente. Não pelo Rafinha. Pelo conjunto da obra. O erro? Tentar...Read

O inadmissível “normal”

Espera-se do Flamengo o mínimo. O mínimo é passar da primeira fase. Tal qual em 2017, o “vexame” torna-se possível e ao mesmo tempo injusto. O Flamengo ficou num grupo onde não passar é possível mesmo fazendo a “obrigação”. A derrota pro Penarol, mesmo que se trate de um time enorme, não estava nos planos....Read

Enfim, a estréia

Em 2019 o Grêmio já foi até campeão, mas ainda esperava aquela atuação de Grêmio. Não me refiro a um jogo do estadual qualquer, nem mesmo a uma goleada. Mas a um jogo decisivo onde o Tricolor fosse manter a bola, controlar o jogo e construir a vitória com calma. As características de um Grêmio...Read

Nenhum absurdo

Abro a Globo.com e leio “crise”.  Quando digo que a Flapress é nociva ao Flamengo é disso que estou falando. O céu e o inferno tem 1 centímetro de distância na Gávea, e não é pra tanto. Jogou mal. Bem mal.  Tomou um gol no final e perdeu.  Nenhuma raridade em Libertadores, ainda mais considerando...Read

Ao menos o DNA

Mal em campo por boa parte do jogo. Claramente não funcionando como esperado e prestes a rever o treinador. Esse é o Galo que transformou uma boa classificação na pré-Libertadores em uma campanha de alto risco. Em casa desde sempre o time joga menos do que pode. Fora, com espaço, mais. Mas time grande não...Read

Não percam a Libertadores

Isso não é um jogo, é Libertadores.  Jogos tem regras e critérios, leis para ambos os lados e igualdade de condições. Isso não é um jogo. É Libertadores. O Flamengo joga mal Libertadores porque não a compreende. Trata tudo em sua frente como “obrigação” mesmo não sendo. E se nada é obrigação, imagine a principal...Read

Vencer, vencer, vencer!

Das raras situações no futebol onde só o que importa é vencer, jogar na altitude é disparado a mais decente delas. Ali não se avalia muita coisa a não ser se o time conseguiu ou não controlar o físico e a defesa. Defesas, no caso. Diego Alves fez uma partida redentora após terminar 2018 numa...Read

Vocês sabem como é

Parece obrigação, mas não é. O campeonato mais difícil do mundo não pode ter sua análise a palavra “obrigação”, e se existe um clube que pode exemplificar isso com sua própria história é o Atlético em sua conquista da América. Poderia ser mais fácil aqui. Mas também poderia ser bem mais complicado lá. Esperar que...Read