E se o primeiro jornalista a transformar “coluna” em “blog” fosse também o primeiro a ter um aplicativo para celular? O que aconteceria? Nada! De qualquer forma, fortalece...