Não há termo melhor para descrever o Flamengo deste domingo do que “um bando”.  Eram 11 jogadores correndo na direção da bola como se não houvesse tática, posicionamento