Primeira coisa a dizer: sou a favor do VAR e da tecnologia no futebol.  Partindo daí, consigo desenvolver um raciocínio. Toda vez que um juiz erra o torcedor