Caro Adenor; Meu nome é Ricardo eu tenho 37 anos e posso afirmar sem muita frescura que a coisa que mais amo na vida é futebol. Me tornei jornalista e por consequência disso passei a torcer por pessoas, perdi boa dose da rivalidade que sustenta a paixão clubista e, embora ainda seja um tricolor que...Read