Home » Futebol » Tá foda, professor!

Tá foda, professor!

Dunga não tem historia como treinador, não tem experiencia em times grandes, etc. Mas, na seleção, faz um trabalho fantástico. E mesmo que a Copa não venha, dificilmente minha analise vai mudar. Claro, depende da forma que o time “perder”  a Copa. Se for como em 2006, muda. Mas, como joga hoje, tudo bem.

O time joga perto do limite, e isso é mérito do treinador. Você sentirá alguma dificuldade em ler isso por ai, pois jornalistas que meteram o pau antes do cara trabalhar agora terão vergonha de reconhecer o quanto é bom o trabalho.

Fico analisando os nomes e imagino a situação do Dunga. Parreira tinha vários a disposição e não sabia escalar. O Felipão tinha tanto que deixou Romário de fora, entre outros na década de 80 e 90, que cansaram de ver seus times perderem, mesmo jogando bem as vezes. Faz parte.

O duro é você ser treinador da seleção brasileira, considerada sempre favorita, e não ter um material acima da média como em Copas anteriores. Dunga vive essa situação, e vai tirando de letra.

Tem um goleiro espetacular, é verdade. Mas não tem um lateral direito fora de série, muito menos um esquerdo. Tem uma boa zaga, e apenas neste setor o Brasil evoluiu nos últimos anos.

Tem volantes velhos, sem grande talento individual. Por outro lado, tem segundos volantes ótimos, mas a maioria jovens.

No meio tem um operário talentoso, que é o Kaká. Mas que não é craque. Do lado dele tem Elano, Julio Batista… nenhum jogador de talento muito acima da realidade.

Na frente, Luis Fabiano, que é muito bom, mas que não beija o sapato do Ronaldo nos bons tempos. Tem que chamar o Robinho, que sequer joga no clube dele. Nilmar em fase de adaptação, ainda não se sabe o que virá. Adriano, outra bomba relógio, que tem boa técnica, mas que não é genial como Ronaldo, Romário, etc.

Um time forte, sem dúvida alguma. Um dos favoritos, sem duvida. Mas não é aquela seleção que destoa ou que tem 3 ou 4 caras que podem resolver o jogo por serem genios do futebol.

É um time de bons jogadores, alguns muito bons, outros quase craques. Mas não tem aqueles 3 caras que resolvem tudo por genialidade.

Talvez Alex, Diego, o proprio Ronaldo. Ok, mas os dois primeiros jamais jogaram bem na seleção. O ultimo a gente não pode contar com certeza, pois o peso e as contusões afastam sempre.

Podemos ir a Copa com Doni, com F. Aurelio, com Gilberto Silva, Hernanes, Elano, J. Batista, Robinho e achar que temos que ganhar.

Não, não temos. Sequer somos o maior favorito desta vez.

Dunga tem muitos méritos em fazer este time jogar mais do que outros com grandes craques jogaram.

A lista que saiu hoje é retrato do que disse. Não temos muita coisa no Brasil, e tendo que usar só os europeus, surgem nomes que sequer foram titulares em seus clubes aqui, e que mesmo brilhando lá, sabemos não se tratar de jogadores geniais.

Também é evidente que os demais não tenham. Mas, hoje, vide futebol brasileiro, você não precisa de muito pra nivelar um jogo ou um campeonato.

O Brasil sempre conseguiu pelos talentos, e talvez pela primeira vez consiga pelo conjunto.

Seria interessante. Mas, desde já, registro que não considero obrigação do Dunga e da seleção ganhar a Copa.

Obrigação de jogar bem e honrar a camisa. Ir até onde puder. Mas não se assuste se num Brasil x Inglaterra o Lampard ou o Gerrard desequilibrarem e o Brasil sair.

Craque ainda é craque. E nosso futebol tem seguido o modelo Europeu, fabricando garotos de bom porte físico, boa noção tática, bom leque de fundamentos… e só.

Infelizmente.

abs,
RicaPerrone

Comentários