Home » Futebol » Clubes » Corinthians » Sóbrio

Sóbrio

O alucinado Corinthians que não sabe jogar a Libertadores e se desespera em momentos mais complicados segue de férias.

Na Vila, onde escolheu jogar por considerar o Pacaembu fundamental na volta, fez um primeiro tempo de envergonhar qualquer santista.

Bola no chão,  nenhum bico pro alto, marcando forte, tocando a bola e criando as melhores oportunidades. 1×0, justíssimo, golaço.

Do outro lado o Santos, que há 1 ano vive de lances individuais, não foi mascarado por uma atuação de gala de Neymar.

O garoto correu, se apresentou. Não dá nem pra insinuar qualquer “medo”  do jogo. Foi, de longe, o mais corajoso santista em campo. O que pedia a bola, errava, apanhava, batia e continuava.

E o Santos, dos técnicos Neymar, Ganso, Arouca e Elano, cruzava na área e dava chute pra cima.  É o Muricybol sem a dose de Neymar.

A boa atuação corintiana contrasta com o péssimo futebol apresentado em São Januário, onde não levou perigo, deu bico pra frente o tempo todo e sofreu várias chances de gol.

Hoje, contra um Santos que tem mais time que o Vasco, o oposto.  Jogou tudo que tinha que jogar, da forma que tinha que ser e venceu com autoridade. Pra piorar, na Vila, com gol fora.

O 1×0 resolve? Não, nem de longe. Um gol é algo que o Neymar acha a qualquer momento. O problema é que o Santos jogou muito mal contra o Velez em 2 jogos e hoje, de novo, não fez nada que não fosse cruzar na área do Corinthians.

Faz 1 ano. Neymar camufla o futebol “bem armadinho” atrás e sem nenhuma organização na frente. É o jogo que consagra Muricy há anos, mas que hoje, de frente com outro time que também se defende muito bem, porém, que não dá bico pro alto, foi anulado.

É preciso mais para eliminar o mais inteligente time da Libertadores 2012.  Tite tem o time nas mãos e um foco não desesperado na Libertadores.

O segredo? Minimizaram a competição ao que de fato significa.  Libertadores, se tratada como “caso de vida ou morte”, é morte na certa.

Mas não, não tem nada sequer perto de ser resolvido.

O Corinthians conseguiu uma vantagem sensacional, desde que a use para tentar vencer e não evitar a derrota.

Se entrar como entrou contra o Vasco, vai perder o jogo no Pacaembu. Se entrar como hoje, está na final.

abs,
RicaPerrone

Comentários