Home » Futebol » Clubes » Corinthians » Simples assim

Simples assim

Buscamos o craque, aquele que desequilibra pela técnica. Exaltamos quase sempre o jogador que dribla 2 ou, num raro lance individual de pura técnica, faz o que ninguém mais sabe fazer.

Danilo não é craque, nunca será. É um jogador esforçado, com alguma técnica e alguma noção tática. Não fala bem, é um zero a esquerda no marketing e portanto nunca valerá mais do que um “bom jogador”.

Daqueles “bons jogadores” que são formados os grandes campeões. Daqueles que decidem pela simplicidade, não pelo absurdo talento.

Danilo corre pro time, marca pro time, se posiciona pro treinador e joga pro Corinthians.  Se não puder bater, ele passa. Se for de bico a melhor opção, ele dá.

Não há vaidade, não há preciosismo e portanto, não há nada especial.

Danilo é bicampeão da Libertadores tendo sido decisivo em diversas partidas nas duas ocasiões. Mesmo assim, nunca foi herói de título algum.

Não some em jogos dificeis, não é o dono da coletiva, não faz malabarismo e não merece a seleção. Em sua posição temos outros mais talentosos.

Danilo é tático, técnico, inteligente, objetivo e profissional.

A simplicidade que as vezes o futebol esquece em troca do malabarismo de estrelas que, sem ter nada com isso, tomam todo o espaço na mídia.

Danilo é mais jogador que parece ser. Mas a moda antiga, não usa chuteira colorida, nunca pinta o cabelo e não sabe usar a imprensa pra se promover.

Foge dela, é tímido, calado.

Pra ele, basta jogar. Pro Corinthians, basta que jogue.

Existem jogadores que compramos para explodir, causar, dar manchete e jogar. Outros para jogar e, se der, fazer o resto.

Danilo é o segundo.

Simples assim.

abs,
RicaPerrone

Comentários