Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Silas, o “salvador”

Silas, o “salvador”

O Flamengo anuncia Silas, o promissor treinador que acaba de deixar o Grêmio.  Se para muitos era um caminho natural, pra mim ainda soa como aposta, e arriscada.

Silas tem caráter, é sério, fez bom trabalho no Avaí, foi mal no Grêmio (alternando alguns bons momentos) e já está, de novo, num grande clube. Pode dar certo, e faço votos pra que dê. Mas o Flamengo, nem de longe, trouxe uma realidade. Apenas uma aposta.

Técnicos de futebol conhecem futebol, quase todos. Mas entre ser bom e encaixar com o grupo vai a diferença que determina 90% de dar certo ou não. Um técnico retranqueiro com zagueiros e um grupo que o aceite, normalmente ganha. Um técnico ofensivo com zaga ruim, normalmente quebra a cara.

Se um pastor evangelico pega um time de bandidos, está morto. Se pega um time de mocinhos, se dá bem. Não sei o perfil do Silas internamente, nem o do grupo do Flamengo.

Pode encaixar? Pode, claro que pode.

Eu teria feito essa aposta? Melhor que Parreira e Leão, sem dúvida! Entre a certeza do fracasso e a dúvida do sucesso, fico com a segunda.

Silas é uma aposta. E como toda aposta, pode dar frutos ou dar prejuizo.

Pior que tá, não fica. O time tem jogado muito mal.

Ou fica?

Boa sorte ao Silas, grande sujeito, meu ídolo quando jogador.

abs,
RicaPerrone

Comentários