Home » + Chamada » Seu passado te condena

Seu passado te condena

A idéia é radical, agrada num primeiro momento. O jogador que machucar outro fica fora enquanto o outro também ficar.  Mas aí, meus caros, falamos de vingança ou de justiça?

Como que mede a intenção?  Como que se sabe se o cara errou ou se deu pra machucar? As vezes a imagem diz, outras tantas não. E quanto menos tribunal melhor.

Então dê a todos a mesma regra: Se contundir, fica fora o mesmo tempo.

Não! É a pior das idéias. Além de cometer mais injustiças do que o formato atual já te sugere, você dará nas mãos de clubes rivais o poder de manipular situações e determinar a volta do jogador adversário.

Uma semaninha a mais aqui, outra ali, e se o craque do rival foi quem fez a falta no seu reserva, encosta ele.

Pra isso na vida serve o passado de cada um. No futebol também deveria valer.  Quantas expulsoes? Quantos cartoes? Ja foi julgado e punido antes?   E assim temos formas claras de dizer “voce é maldoso”, “voce nao é”.

O Rildo, por exemplo, não tem histórico. Seria razoável imaginar que não entrou com má fé, apenas errou a dose, a altura, etc.  Mas se o Kleber Gladiador faz isso, não pode ter a mesma punição do Rildo. Sabemos que trata-se de alguém violento.

Esse critério me agradaria. Pontuar por cartão, falta. Algo quase como a carteira de motorista. E então a “pena”  aplicada vai ser de acordo com o que seu passado te condenar. Não com STJD, clubismo, interpretação de intenções , etc.

abs,
RicaPerrone