Acho que nos esquecemos de um detalhe. Quando Rogério assumiu o Cruzeiro todos nós discutimos as questões técnicas da troca e não uma possibilidade que poderia – e complicou – o processo.

Rogério era adversário desses caras há muito pouco tempo. E dos chatos.

É diferente.

Talvez seja um cenário ignorado pela maioria, até por ele talvez, que tenha sido muito mais determinante do que parece. Uma coisa é um treinador que não gosto. Outra é um ex-rival que eu não quero.

Ali tá cheio de jogador vencedor, já consagrado e sem compromisso com nada.

Porque? Porque não recebe. Como você conduz um time que não recebe? Como você tira do elenco o poder de rebeldia quando não se tem o salário que é a base da hierarquia nessa relação?

Rogério é vítima de uma carreira recente e de uma dose de falta de respeito de alguns jogadores do Cruzeiro. Não deram qualquer tempo pro treinador, foi um “não” imediato.

O Cruzeiro tem um time incaível. Mas que briga dia após dia pra torna-lo uma surpresa.

Rogério não errou ao trocar Fortaleza por Cruzeiro. Talvez tenha errado, como quase todos nós, ao não considerar esse fator.

Lado bom pro clube: os jogadores vão ter que bancar a “rebeldia” e reverter sem ele agora.

Aliás, a essa diretoria é só o que resta mesmo. Apostar num acaso interno que resulte em combustível. Porque fora isso, depender dela, a série B é mais que merecida.

RicaPerrone

Compartilhe!
This error message is only visible to WordPress admins

Error: Access Token for ricaperrone is not valid or has expired. Feed will not update.

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.