Home » + Chamada » Saber amar

Saber amar

Todos os clubes passam por momentos ruins dentro de uma temporada.  Alguns passam a maior parte do tempo, outros um curto período. Seja qual for, é suficiente para inflamar a torcida contra ele.

Em 99% dos casos se “cobra” mesmo diante de um time que não merece. Em 1% dos casos se faz diferente, e por isso faz diferença.

Quando o corintiano meteu 30 mil pessoas pra ver o treino há 4 jogos sem vencer, deixando o maior rival encostar na tabela foi o entendimento do cenário que só raras relações de cumplicidade são capazes de proporcionar.

Entre o “não entreguem essa taça pra eles ou eu mato vocês” e o “NÓS não vamos entregar”, o corintiano escolheu a segunda. E talvez por isso a taça esteja tão mais perto agora.

O primeiro tempo do Corinthians não foi de um time pressionado a não errar, mas sim de um time empurrado a acertar.

“Vamos, vamos Corinthians…!”, e eles indo.

Tiveram tudo para perder hoje pressionados pela mídia e ver o rival chegar. A crise rondou, bateu na porta, mas a chave estava com a fiel torcida.

Hoje é dela. Os 3 pontos de hoje vieram de Josés, Matheus, Andrés, Leonardos, Priscilas, Fernandas, Rodrigos… e também de Jôs, Romeros e Cassios.

Quando a vida pergunta de que lado você está, ela só quer saber se você é oportunista, traira ou fiél.

E alguns rótulos não existem a toa.

abs,
RicaPerrone