Home » Diversos » Games » Review: PES 13

Review: PES 13

Sabe aquele Gol 2009 que o cara gastou 30 mil pra colocar um som? Então.

Pro Evolution Soccer é o mesmo jogo de 2009, mas com evoluções. O problema? Estão evoluindo um erro.  Até o 2008 o jogo tinha um sistema, uma mecanica e um perfil. Desde então, uma “novidade” não deu certo e ainda assim insistem em arrumar.

Tudo no PES é ótimo. Do menu as ligas, agora com Brasileirão, melhor ainda.  A parte tática é maravilhosa, um show na concorrencia.

Mas quando os 2 times entram em campo, o jogo parece travado. Não tem nem a velocidade do PES antigo, nem a desenvoltura do FIFA, que claramente tentaram copiar nas últimas mudanças.

É um meio termo estranho. Não é um jogo ruim, mas não é mais um jogo único.

Se esquecer que você vai jogar uma partida, é o melhor game de futebol que já vi. Quando apita o juiz e a bola rola, ele apresenta falhas muito complicadas de engolir.

E não, não estou comparando ao FIFA 13. Nem joguei ainda. Estou comparando aos útlimos 3 Fifas, últimos 3 PES.

Tem detalhes altamente interessantes como o comando do segundo jogador. Tem umas firulas legais, aquele clima de jogo, o Morumbi, a Vila, uma imagem dos dois times em campo imbatível! Linda!

Mas não flui! A bola é de vôlei de praia. Qualquer chute, de onde for, sai uma bica. O goleiro um engessado que só pula igual, espalma pros lados errados, quase um amador.

Ainda assim, é um jogo divertido.

O problema do PES não é ser ruim. É existir um concorrente que na versão Copa de 2010 já fez algo que hoje, no PES 13, ainda não foi superado.

Sequer igualado.

Qualquer melhoria deste formato do PES adotado em 2009 é colocar som de 30 mil em carro que vale 25. É perfumaria, firula.

Precisa refazer se quiser o topo de novo. Vou compará-los quando chegar o FIFA. Mas sem jogar o 13, dá pra cravar que o PES seria um jogo fantástico, caso não existisse o concorrente.

Como existe, é um jogo arcade divertidinho e bonitinho. Longe, muito longe de ser um simulador de futebol.

Menus, narração, opções, Ligas, brasileiros, estádios, edição… tudo melhor que os outros! Menos o jogo em si.

E aí, meu amigo, é de se respeitar quem ouça um sonzão num carro que não anda nada feliz da vida. Mas não é a maioria.

Compra-se um carro pra andar, não pra ouvir música.

Prefere o PES ao FIFA? Então compre já na Shock Games! Essa é responsa e já tá vendendo!

abs,
RicaPerrone

Comentários