Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Realidade x Sonho

Realidade x Sonho

Sonharam um dia em transformar o menino de boa família numa venda escandalosa. Ele se encheu, não aguentou as vaias e disse: “Me vende agora ou eu saio de graça em breve”. E assim o São Paulo vendeu Kaká, que até hoje é motivo de ironias na Europa quanto ao baixo valor que foi comprado pelo Milan.

Oscar, menino que esconderam numa bolha, era “o novo Zico”. Trataram tão bem que um dia ele acreditou que era gênio e, antes da hora, se rebelou e saiu. Na justiça, porta dos fundos, feio demais. De novo por trocados, tudo se acertou.

No dia que o são Paulo é “oficialmente anunciado pela imprensa” (ja viu isso? Nem eu…)  como destino de Ganso, outro investimento complicado, um sinal de alerta vem do gramado do Morumbi.

Lucas, o garoto de 20 anos, menos de 3 anos como profissional, já rico, já na Europa, já na seleção, já vendido, mete o pé em todas as divididas, corre por 10 e, grato com quem lhe deu espaço pra tudo isso, resolve o jogo no Morumbi.

Grande merda ganhar da Portuguesa. Não é essa a questão.

O interessante é ver o São Paulo, diante de 2 investimentos furados, perto de uma terceira tentativa, ter em sua realidade um exemplo do que funcionou em 100% e, ainda assim, pensar em investir parte desse retorno em algo que não parece tão certo.

Ganso é craque. O quanto está arrebentado, não sei. Mas deve estar um pouco, já que vive no departamento médico. Há mais de 2 anos não joga nada, recebeu a mesma oferta do Neymar, recusou, se considera mais valioso, talvez.

Ingrato, quer sair falando em “falta de valorização”. Repito: Ele recebeu a mesma valorização do melhor jogador brasileiro e um dos 3 melhores do mundo. Recusou e, machucado, sem entrar em campo, se disse desvalorizado.

Agora sai, não porque o clube quer, mas porque forçou a saída. Sai reclamando, fazendo acordo com investidor, fatiado como pizza, já partindo pra um negócio de milhões que não dará nem 40% de retorno ao comprador.

O SPFC gasta 20, leva 40%. 60% fica com um grupo de investidores que, sem nenhuma dúvida, vão cobrar retorno financeiro. Ou seja, a venda do jogador.  Ganso, portanto, não cumprirá contrato com o SPFC. É óbvio.

Se vendido por 50 milhões, por exemplo, o SPFC recupera o que pagou, sem contar salários.

Pode sair por 80? Pode. Joga muito. Mas você acredita?

Qual argumento Ganso tem a seu favor após 2 anos no departamento medico ou se arrastando em campo?

O de ser uma aposta. E apostamos com alto risco se quisermos um lucro maior.

Não acho ruim,  acho contraditório um clube que tem Lucas olhar com tanto desejo pra um Ganso, garoto que faz exatamente o oposto do sãopaulino do lado de lá.

E quem faz lá, faz cá.

Lucas é um exemplo de jogador, investimento, relacionamento e profissionalismo que jovens de 20 anos não costumam  ter. Ganso tem 23, e não tem.

Deram 100 paus no Lucas porque sabem quem estão levando. Ganso, mega-craque que “teria resolvido a Copa”, pra muitos, hoje sai por 20.

O mercado é cruel, mas segue uma lógica.

Quem ficou chateado com o Inter por dar “abrigo” ao rebelde Oscar não pode ir na Vila dizer que vai fazer o mesmo, apesar de não ser na justiça, com o Ganso, que sai do Santos sem o aval do clube.

É diferente? É. Mas nem tanto.

Burros, duelam por migalhas. Oscar que vai pro Inter, que ri. E amanhã, perderá um jovem pro Fla, que dará risada. E perderá um pro Cruzeiro, e por aí vai.

Quando todos colocarem seus garotos em seus devidos lugares, o índice de “piti” diminuirá e a gratidão vai ser imposta por mercado.

Se não funciona por valores de berço, que seja pelo bolso. Mas que fique claro quem é o clube, quem é o funcionário.

Gansos teremos dezenas. Santos, só um.

Lucas, idem. E sabendo disso, se porta como tal.

Torcedores, com o direito a bipolaridade que o nome lhes dá, achavam Ganso um ingrato. Hoje, indo pro seu time, acham que “tem que ver o lado dele…”. E amanhã, com gols, será “uma burrice do Santos”. Sem gols, “mais um moleque mimado, erro do Juvenal”.

Lá se vai o fato. Vem chegando o sonho.

E o Santos, que sonhou com milhões e lances geniais nos últimos 2 anos, acordou com uns trocados e sem um camisa 10.

abs,
RicaPerrone

Comentários