A tal da super Alemanha, que é exemplo pra seleção brasileira, perdeu pra “péssima” França.  Neste momento, ninguém fez uso de um jogo isolado para detonar um trabalho.

Mas a Argentina, de trabalho ruim, de time mediocre e sem nenhum resultado há mais de 20 anos, venceu a Suiça. E venceu jogando mal, aos 43 do segundo tempo, em lance individual do Messi. Motivo para a mídia nacional “lembrar” o quanto eles estão bem, que lindo é o futebol argentino, e que merda é o nosso.

O Flu, campeão, perde pro Resende.

O Vasco, que não pode ter Felipe e Juninho, empata em casa tendo neles o melhor lance da partida.

O Flamengo, sem R10, sem vergonha e sem mais ter em quem colocar culpa, segue a mesma coisa. Agora com novidade: Perde pra pequeno.

O Timão, em grande fase, aperta e passa, de novo no sufoco, pra cima do Catanduvense.

E o Palmeiras, de Felipão, elenco mediocre e pouca expectativa, passa o trator e tem até golaço do azedinho.

Teixeira fica na CBF, e não vi surgir nenhuma teoria contundente indicando uma conspiração entre NASA/EUA/CBF/Globo para beneficiar alguém.

O Santos do Muricy fez dois gols no chão, sem bico pro alto e sem Neymar.

O turno do Gaúchão é decidido nos penaltis. Gre-nal? Nao… Caxias e Novo Hamburgo.

Perronedeogum, o mito, errou tudo.

E eu recusei uma churrascaria pra assistir Flamengo x Boavista.

Cama! Antes que piore…

abs,
RicaPerrone