Home » + Chamada » Quando simplesmente não funciona

Quando simplesmente não funciona

Quem diria que o samba, um dos mais belos do carnaval, nao aconteceria?  Quem diria que com 34 graus em plena madrugada a escola entraria na avenida morta pela manhã?  Quem diria que a Grande Rio atrasaria o desfile?

Enfim. As cotas de emoção da Mocidade foram gastas pelo caminho.

O processo até o carnaval 2018 parece ter sido muito mais importante que o desfile em si. A escola se reinventou, trouxe o povo de volta, pisou grande na avenida e fez um bom desfile. Mas passou. Só passou.

As 5 da manhã de domingo a concentração da Mocidade era de pessoas cansadas.  Foi um calor infernal, uma demora sem fim e naturalmente a escola sentiu e entrou na avenida bem menos forte do que até mesmo o ensaio técnico.

A força estava ali, no chão, no resgate. E a Mocidade passou bonita, tendo que explicar suas alas de leitura muito complicada pra qualquer cidadão não familiarizado com a Índia e as relações com o Brasil. Resultado um publico que assistia também morto de cansado, sem grandes manifestações,

Embora seja sim uma candidata, é uma candidata que pode disputar por “errar pouco”.  Trabalho bem feito, bem conduzido. Mas sem brilho.  O que esperava da Mocidade era exatamente a explosão que não aconteceu.

Sim, sai meio frustrado da Sapucaí. Mas não pelo que a escola apresentou. Pelo que eu esperava que ia acontecer. O samba não vingou, o povo não cantou, a escola passou.

Não tem muito o que se fazer . Foi tudo bem feito, mas por algum motivo não explodiu.

Odeio desfiles técnicos. A Mocidade fez um ontem.  E ainda que tivesse feito, teve problemas na evolução.  Talvez porque o forte desse desfile não era pra ser a técnica, mas sim a pegada. E a pegada foi muito prejudicada pela hora, pelo calor, etc.

Valeu! Mas pra mim, seja qual for o resultado, o que a Mocidade fez em 10 meses de trabalho foi muito melhor do que ela colocou na avenida.  E eu honestamente prefiro viver carnavais com menos notas 10 invadindo a Vintém e chorando em ensaio do que levantar caneco porque “errei pouco”.

Salve a Mocidade! Foi um grande ano!

abs,
RicaPerrone