Home » + Chamada » Quando não interessa de quem é a razão

Quando não interessa de quem é a razão

Eu não liguei pro Valdir, nem pra nenhum diretor do Grêmio. Tenho no Valdir um amigo, nunca neguei, é meu professor, um cara incrível. E tenho pelo Grêmio um respeito e carinho gigantesco.

Um dos motivos de eu torcer tanto pelo Grêmio atual é saber o quanto esse cara ama aquele clube. Quantas vezes ouvi ele dizer que “lá, eu iria quando chamassem”.  É o time dele.

E ele é a história desse time.

Eu não quero saber quem tem razão, porque como em toda briga os dois devem ter alguma.  O que me importa é acreditar que em momentos assim se olham nos olhos e entendem que tem algo muito maior do que isso em questão.

A Beth Carvalho não pode deixar a Mangueira. O Zico não pode ser dispensado do Flamengo. O Renato só pode sair do Grêmio em comum acordo. E o Espinosa não pode ser “mandado embora”  do Grêmio.

Ainda mais agora, na cara de jogos decisivos, de um ano mágico, de um momento histórico.  Qualquer problema que exista é menor do que a hipótese de ter Renato e Espinosa juntos levando o Grêmio a um título de Libertadores mais uma vez.

Isso é a história, é o Grêmio. É o DNA da porra toda.

As vezes a gente tem razão, as vezes a gente erra. As vezes, ou na maioria delas, temos um pouco de cada.  Mas pelo Grêmio, pelo momento, pelas pessoas pelas quais o clube de fato existe, resolvam isso.

Não me importa quem tem razão quando todos saem perdendo.

abs,
RicaPerrone

Comentários