Home » + Chamada » Precisamos falar sobre o Instagram

Precisamos falar sobre o Instagram

Ele não tem culpa. Aliás, é extremamente competente na arte de nos jogar na cara o que negamos por um século: “sim, a opinião alheia importa. E pra caralho!”.

“Mas eu não posto pros outros…”, não fode. Então bota no mural de casa a foto.

O entendimento de que ali é uma ferramenta para se contar vitórias é que nos falta.  Ninguém posta boleto, foto com dor de barriga no banheiro, nem o risoto queimado.

Ninguém posta foto dividindo conta no restaurante. Não se escreve na legenda: “esse famoso nem me conhece mas eu pedi a foto ele nem me olhou e tirou, e eu to aqui fingindo que somos parça”.

A vida que queremos mostrar não é a vida que temos. É a vida que eu quero que você saiba. Por ego, vaidade, ostentação, mera estratégia de marketing pessoal. Tanto faz. Eu nunca postei o quanto tenho de parcelas pra pagar do carro ainda. Nem vou.

O problema é quando as pessoas começam a se sentir inferiores por não ter a vida que eles assistem no Instagram.  Mesmo sabendo que ela não é real.

E então vem surgindo uma geração de pessoas malucas por um objetivo impossível, que é a vida perfeita.  Se em 30 segundos a Doriana enganou o Brasil com aquela família de lençóis brancos, imagina o que acontece na cabeça das pessoas vendo isso a cada 30 segundos, não mais por 30 segundos.

É mentira. É quase tudo mentira.

Sua foto é a sua melhor foto. Aquela que deu certo no angulo, a luz, o tapinha no photoshop. E por mais que a gente queira dar uma de diferentão e dizer que “nem se importa”,  o fato de estarmos na rede social implica em nos importarmos.

Gente, eu preciso dizer pra vocês algumas duras verdades.

Atriz gostosa tem diarréia. Maridos de terno fofos que postam a semana toda quanto amam a mulher, também traem.  Ator galã fica sem contrato e mantém a pose pegando até o último centavo de empréstimo no banco pra pagar o aluguel.

Dirigente torce contra o time pela força política e lá ta de camisa “juntão” com a massa que tá chateada pela crise.

Aquele jantar caro é permuta. As roupas que você não pode pagar são merchan.  E existe um aplicativo que clareia os dentes nas fotos.

Cachorro vomitando na sala ninguém posta.  Mas eles vomitam no sofá.

Ontem desejaram o corpo de uma menina que tem cancer no estomago. E pessoas chegando a dizer que “preferem ter a doença se for pra ter aquela barriguinha”.

Caras, é quase tudo mentira. Se espelhe no seu pai, no seu avô, não no seu youtuber favorito.  Até porque você jamais saberá de fato quem é o seu youtuber favorito.

E se souber… deixa pra lá.

abs,
RicaPerrone

Comentários