Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Pra quê?

Pra quê?

Eu sei, “é o que tem”. Mas na verdade a cada 90 minutos de bola rolando nos estaduais temos mais e mais certeza de que não estamos vendo nada, avaliando nada e testando ninguém.

Como que alguém pode sugerir aos clubes que façam altos investimentos para trazer ou manter craques para passar os primeiros meses do ano jogando contra… Americano, Mogi Mirim, entre outras aberrações técnicas de Minas e Porto Alegre?

É duro entender a lógica disso. Aliás, nem tanto. É só você imaginar que alguém precisa “manter” os clubes pequenos vivos. E pra isso, na maior cara-de-pau, exigem que os grandes façam 4 meses de caridade no ano.

Seria como obrigar a Ferrari a correr na GP2 pra não quebrar as equipes e dar público e renda. Meio patético, até porque a Ferrari não aceitaria. Mas os clubes daqui aceitam, sabe-se lá porque.

Hoje, em Macaé, o Flamengo entrou pra “confirmar o basicão”. O Americano, coitado, pra tentar achar um gol na base do “deus me livre” e ficar atrás 90 minutos dando bico pra frente.

O torcedor não tem o que ver, porque só um time joga. O time que joga nem é tão testado, já que enfrenta 11 zagueiros, e de baixo nível.  Os que vão bem sabem que estão iludidos, a mídia não tem conclusão nenhuma pra tirar disso e lá se vão meses do ano.

Tudo isso pra depois ter que “correr” com o Brasileirão e impedir que todos joguem a ótima Copa do Brasil, onde também se dá chance aos pequenos, mas com o atrativo de ser mata-mata.

O que eu vi do Flamengo hoje? O mesmo que todos: Nada.

Um time jogando contra 10 homens na defesa.  Não tem espaço pra jogar, o adversário não testa a defesa do Flamengo, o time não precisa se esforçar muito, o resultado aparece naturalmente e vamo que vamo.

Renato na lateral. Teste? Contra o Americano?  Nao é teste. Ele foi quase ponta, e não poderá ser em jogos de alto nível.

Elogios a quem joga bem? Merece, parabens pro Wanderley. Mas…., alguém conclui alguma coisa com gols feitos no América MG e no Americano? Não.

É mera bobagem.

Antigamente tinha torcedor que achava divertido. Hoje, nem isso.

São quase 5 meses do ano usados pra fazer time grande GASTAR tempo e dinheiro pra jogar contra ninguém.

Todos perdem. Torcida, mídia, jogadores, clubes, TV, patrocinadores.

Queria muito saber qual sentido em se manter algo que não leva ninguém a nada…

Paga lá 1,5 milhões pro Ronaldinho! Pro cara pegar o Cruzeiro? Não, o Goytacaz.

abs,
RicaPerrone

Comentários