Cristiano precisou de 4 minutos para fazer um gol e outros 86 pra rezar pra bola não entrar.  Portugal fez a mesma coisa que Brasil, Inglaterra e tantos outros favoritos nessa Copa: fez o gol e parou de tentar o segundo,

Marrocos dominou o jogo, fez por merecer o empate mas não tinha um Cristiano pra fazer o gol.

Ainda que com chances de não se classificar, Portugal faz uma Copa abaixo coletivamente e totalmente baseada na qualidade do craque.

Cristiano deveria ser a parte determinante da engrenagem, não a única.  Se Portugal continuar a atuar dessa forma e um dia ele falhar, acaba a Copa.

Marrocos poderia ter jogado assim contra o Irã. Teria vencido. Não jogou. Está eliminado.

abs,
RicaPerrone