Home » Futebol » Clubes » Fluminense » Porque te quiero?

Porque te quiero?

Sabemos que estamos todo ano buscando enlouquecidamente “un torneio de mierda”. Transformando uma várzea com grife em objetivo e fator de grandeza, como se isso tivesse alguma coisa a ver com o esporte em questão.

E a questão é exatamente essa. Não é esporte, é futebol.

Esporte é vôlei, basquete, judô.  Futebol é uma outra coisa. Não queira entender, muito menos misturar.

A Libertadores é inaceitável. Campos ruins, violência permitida dentro e fora de campo, arbitros bastante questionáveis (alguns pegos já em jogos comprados)  e uma série de fatores que transformam um jogo de futebol em algo muito parecido com isso. Mas não exatamente isso.

Gostamos da guerra.

Nela, não tem “porques”, ética, regras. Apenas a vontade de vencer somada ao uso, mesmo que covarde, de todas as armas que tiver a sua volta.

Lutamos com futebol, pois é o que temos. Outros com pedras, polícia, gandulas, pontapés e o que de mais baixo existir num esporte.

Mas futebol não é esporte.

Foda-se a regra. É Libertadores.

Não querem de você um bom futebol. Querem sangue frio, vergonha na cara, sorte, cara feia e também algum futebol.

Porque perdeu? Quem se importa.

Perdeu. Acabou.

Não queira explicações, motivos, culpados.

Queira vingança. E nada mais.

Até 2014, Flu.

abs,

RicaPerrone

Comentários