Não vou entrar no mérito do resultado “alterado” pelo VAR. Eu discordo da discussão ir nessa direção porque há quem considere falta e jogada de origem, então se torna interpretativo.

O que não me parece interpretativo é a falta de uma regra para situações assim.

Quanto antes você pode achar um lance? 5 segundos? 10? Porque uma bola estourada pelo goleiro pode gerar um gol e não ter sido tiro de meta.

Qual o limite do que o VAR pode reavaliar?

Já ouvi falar em desafios, como na NFL e no tênis. Mas me soa absurdo imaginar que um lance onde a tv do mundo veja um erro absurdo não possa ser anulado porque “ja gastaram os desafios”.

O VAR é bom. A arbitragem é que é muito ruim.

Amadores, fazendo seu bico aos domingos enquanto milhões estão em jogo. A relação é absurda. Quase inocente.

Mas fato é que precisamos de regras onde não há bom senso. E no Brasil, sabemos, não existe bom senso. Logo, que haja mais regras.

Gol mal anulado que muda o jogo. E que não muda o fato do Grêmio ter sido melhor no jogo.

Mas não é esse o ponto. O ponto é não ter um ponto.

RicaPerrone

Compartilhe!