Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Operação Nilmar

Operação Nilmar

A “novela” Nilmar começa a ganhar o espaço de Love, Thiago Neves e Montillo. Sem mais tanto assunto e apenas tendo D’alessandro para especular como grande transação, o negócio entre SPFC e Villareal fica cada vez mais exposto.

A transparência não é o forte da negociação, como nunca é no  Brasil. Um diz que haverá “vaquinha de torcedor”, outro que o clube paga, especula-se que é presente de empresário, investimento a troco de alguém do grupo, enfim.

Fato é que os caras querem mais de 20 milhões de reais, o Nilmar joga muito, vive machucado e quer 600 paus por mes. O SPFC sabe que com menos de 500 dificilmente ele compete forte, a não ser que nada neste nível se confirme até fechar a janela lá fora.

Sabemos que existe um empresário querendo pagar pelo jogador. Mas sabemos também que é muita pureza achar que ele fará isso a toa. Se fizer, fará por algo em troca. Algo que até agora ninguém explicou ou especulou.

O São Paulo, que paga 300 de teto, não vai meter 500 paus na mão dele. E menos ainda dar 20 milhões pro Villareal sendo que pra pagar os 20 do Luis Fabiano foi tudo parcelado em 3 anos com marketing e o escambau.

“Como o Villarreal precisa de um atacante para substituir o Nilmar ainda nessa janela que fecha na terça-feira, ele precisa resolver isso rapidamente para ter tempo de buscar alguém no mercado. Se chegar ao dia 31 e eles não contratarem ninguém, o Nilmar pode voltar até março para o Brasil, mas aí eles ficariam sem ninguém para a posição. Por isso, acredito em um desfecho nos próximos dois ou três dias”, diz o advogado de Nilmar.

Alguém vai pagar essa conta. Será um empresário, é claro. A questão é o que ele vai levar em troca.

E isso ninguém especulou ou perguntou ainda. Seria um % do Lucas? De algum outro garoto?

Qual beneficio terá um investidor em trazer um jogador com histórico de contusão grave, beirando os 28 anos, fracassado na Europa e que dificilmente voltará pra lá?

Mais do que “resolver”, também acho interessante explicar.

Esses 30% do Wellington na vinda do Jadson passaram desapercebidos com o barulho do negócio. Mas, se de fato valer 10 milhões de euros, são 3 a mais. Pagos sem ser dinheiro, mas…

A que preço viria Nilmar, afinal?

abs,
RicaPerrone

Comentários