E você de que lado quer ficar? Do Vasco, do Fluminense, do sul, do norte, do contrato, da tradição ou da clara insuficiência intelectual que leva dois clubes perderem milhares de reais, credibilidade e foco positivo num espetáculo decisivo por conta de suas mentes mediocres?

Dias após o Vasco colocar a bandeira do Flamengo na camisa mostrando grandeza, seu conselho entrega uma carta a diretoria mostrando burrice. Em seguida Vasco e Fluminense não conseguem sentar numa mesa e resolver uma briga de 60 anos e levam isso ao torcedor, descredibilizando ainda mais o tosco campeonato estadual.

Custo a crer que haja tanta burrice e vaidade ainda no futebol. Que dois clubes em crise financeira não consigam chegar a um acordo que ambos possam lucrar. Que seja mais valioso pro vascaíno e pro tricolor a porra do lado no estádio do que o jogo em si.

“Ah mas foi combinado”, ok, ok! Eu concordo. Mas o Maracanã não é mais um estádio de uso do estado. É de uma empresa, o Vasco não é parceiro dessa empresa e portanto os contratos “tradicionais” perdem valor para os de fato.

“O mando é do Vasco”. Ok, aí temos um belíssimo impasse. Pois se o Vasco não pode mandar o jogo em seu estádio, então deveria ter a condição de mandante no Maracanã.

Mas quem assinou o regulamento dando a FERJ toda esse poder de determinar onde, quando e como? O Vasco.

Entende?

Os clubes são reféns de suas próprias idiotices. Brigam por fatias de um bolo pequeno ao invés de aumentar o bolo.  É de uma falta de bom senso inacreditável!

Independente de quem tem razão, e neste caso desconfio que ambos, mas como pode ser mais inteligente levar isso a público e impedir a venda de ingressos na véspera da decisão do que sentar e resolver logo após definida a data do jogo?

Vasco e Fluminense são dois vizinhos com as casas caindo aos pedaços e querendo gastar e construir um muro ao invés de reformar a calçada.

Pelo amor de deus! Joguem essa merda na moedinha. Ou fiquem sempre se humilhando sem elas.

RicaPerrone

Compartilhe!
  • 1.3K
    Shares