Home » Futebol » Clubes » Grêmio » O óbvio

O óbvio

divulgacao924

Não me parecia sério quando listavam os candidatos a título sem incluir o time de Barcos, Zé Roberto, Elano, Vargas, entre alguns outros jovens.  Quando Renato assumiu, porém, tive certeza que seria ainda mais difícil essa avaliação.

Há preconceito. Renato Gaúcho é a imagem insuportável a todo sujeito de terno que faz conta no fim do mes.

A imprensa não menospreza o Renato e seus trabalhos porque o considera ruim. Faz isso por mera falta de humildade ao lidar com alguém que não segue sua cartilha.

Renato tira férias quando quer. Vive na praia, de chinelo. Ganha em 1 ano o que 99% dos jornalistas não ganharão na vida. Isso já estando rico. É saudável, comeu metade do Rio de Janeiro, 20% de Porto Alegre, é autêntico, se diverte e escolhe quando e onde trabalha.

Que jornalista suporta isso sem procurar um defeito?

É como um ator bonito. Logo, dizemos ser gay.

É como aquela gostosa na tv. Sua mulher logo a chama de burra.

Renato não pode ser inteligente e capaz. E o Grêmio, nas mãos dele, não tem o direito de ser vencedor.

Eu nunca tirei o Grêmio da lista dos 4 maiores favoritos ao título e duvido que vá tirar. Pelo time que tinha, pelo treinador que agora tem.

“Um motivador, e só”. Tá, acredite no que for mais cômodo.

O Grêmio é sempre perigoso. Este, ainda mais.

Demorou pra funcionar, mas parece que pegou no tranco. E vai ser ruim de fazer parar.

E o Vasco? Devagar, mas diferente. O time que “ia brigar pra não cair” hoje já é cobrado pela disputa pela vaga Libertadores.

Um sinal. Um bom sinal.

Mas é noite de Grêmio, de Renato.

Desce um chopp em Ipanema, hoje tem!

abs,
RicaPerrone

Comentários