Home » Futebol » O jogaço do Beira-Rio

O jogaço do Beira-Rio

Inter e Santos tinham nada a perder e muito a ganhar. Empataram, e agora continuarão não tendo o que perder, porém, também ficou difícil ter o que ganhar.

O jogo, no entanto, foi pra animar Colorado pro Mundial. O Santos fez o que pode fazer com este time do segundo semestre, que é cerca de 30% do que levou a Copa do Brasil. O Inter, que visa algo grande este ano ainda, deu show de bola.

Não estou criticando a atuação do Peixe, não. Jogou boa partida, ainda foi lesado com um gol que o bandeira não viu. Mas não consigo mais entender este Santos como aquele do começo do ano. Muitos ainda o tratam igual, pra mim é um time que se jogar com aquele toma de 5×1 sem cerimonias.

Assim, tendo um time comum em quase todas as posições e apenas um acima da média na frente, o negocio é contra-atacar e tentar resolver no talento deles.

O Inter, em casa, com um desenho bem parecido do que será o time no Mundial, deu show de bola.

Atuação que não ficará marcada pelo placar, mas o time jogou demais. Criação pelo meio, pelas alas. Dribles, tabelas, bola na área, força de marcação no meio, aproximação dos laterais.

A bola não entrou porque não entrou. É do jogo. Mas táticamente e tecnicamente o Inter fez uma partida pra deixar italiano, no mínimo, desconfiado.

As vezes a bola não entra. Mas eu sou da tese de que é melhor a bola não estar entrando do que seu time não estar jogando.

Uma hora ela entra.

Os dois, se não morreram, ficaram em situação muito difícil no Brasileirão.

Se bem que, sendo justo, onde que é difícil estar “de férias” e com a vaga na Libertadores 2011 garantida? Difícil tá pros outros 18…

abs,
RicaPerrone

Comentários