Home » Futebol » Atlético MG » O Galo merecia o Mineirão

O Galo merecia o Mineirão

Táticas e análises frias e imparciais a parte, o Independencia recebeu neste domingo muito mais do que podia e merecia. Bonito, moderno, pé quente, mas insuficiente ao que lhe cabe hoje em dia.

Não se trata de 30 mil, 40 mil pessoas. Não diz respeito a estrutura, porra nenhuma.

O ressurgimento do Galo, que é mais importante do que qualquer título na história de um clube, merecia o seu palco principal, o Mineirão.

A mais “sofrida” torcida dos grandes do país é uma aula de fé e fidelidade. Na alegria, rara, e na tristeza, infelizmente tão comum, lá está ela. Sempre esteve, e é injusto falar em “liderança” agora.

O Galo que enlouquece, gera confiança, euforia, expectativa e resultados não tem medida. Mas se tivesse, não caberia num estádio.

O Galo que vira, que briga, que dribla e que encanta enquanto vence, idem.

A torcida atleticana, que enfim enche a casa pra sorrir e não para sofrer, merecia há muito tempo.

Eu não me importo se o Galo vai ou não ser campeão. Neste nível, com este futebol, esse comprometimento e essa ligação com a torcida, o título é detalhe.

Nada é mais importante a um clube do que o seu reencontro com a sua história e real grandeza. Em 2011 foi o Vasco, que mesmo sem conquistar o Brasileirão, saiu dele ‘campeão’.

Em 2012, o Galo. Líder, tudo ótimo. Mas se não der, seja por méritos do Flu, do Vasco, do Grêmio ou infelicidade do próprio Galo, já terá valido a pena.

Títulos são consequencia de um momento, não o contrário.

Hoje o Galo é Galo, não mais um coadjuvante com fama e história de gente grande.

E isso é maior do que qualquer título.

O Galo muitas vezes não mereceu sequer o Ipatingão. Hoje, este, merecia o Mineirão.

abs,
RicaPerrone

Comentários