Home » Futebol » Atlético MG » O futebol lamenta

O futebol lamenta

crutorcida_jf_190513054Lamenta por Euricos, Juvenais, Dualibs e tantos outros. Lamenta por algumas trocas, por algumas “novidades” e especialmente pela falta de sensibilidade ao “evoluir” com ele.

O Galo foi jogar no Independência, o Cruzeiro ficou no Mineirão. Numa lamentável queda de braço entre rivais que deveria ser meramente coisa de torcedor, perdeu a bola.

O melhor Atlético dos últimos 40 anos joga num campinho do tamanho do Canindé. E hoje é bonito, afinal, é “caldeirão”. Dane-se, ninguém vai mais a estádio mesmo. Melhor encolher o tamanho do que a pressão no adversário.

Tudo pelos 3 pontos, um trocadinho, nada mais.

O torcedor aceita qualquer merda como motivação pra adotar algo contra o rival. Se é no Independência, então é “casa”, “dane-se o Mineirão”, “nem ligamos pra história”.  Aliás,… nem gostava de lá mesmo.

O mesmo dirigente que vai a TV e usa a NBA como exemplo de “show” assina um contrato que coloca seu time num lugar menos confortável e sem carisma algum.

O outro vai lá e assina com o Mineirão. Estádio da cidade, que promove eventos, finais, história, cultura!  E quando o juiz apita, ele fica irritado porque tocou o hino do campeão.

Faz uma nota, de cabeça fria, e mostra pra todo mundo dias depois da final que de fato acredita naquilo, não que tenha sido um surto pós derrota.

E cá estou, discutindo se o Mineirão deve ou não tocar o hino do campeão mineiro sendo parceiro do vice.

Como eramos grandes, como estamos pequenos.

Como fomos felizes, como somos covardes.

Não confrontamos mais nossos adversários. Manobramos para nos livrar deles.

Cadê o jogo? O clássico meio a meio, a mera disputa em troca de história e não só de pontos?

O Cruzeiro assinou e publicou sua nova filosofia. A da maioria.

Foda-se tudo. Me dê 3 pontos e nada mais.

Já fomos maiores. Bem maiores.

[colored_box color=”green”]PS pra doente – O texto fala sobre a reclamação do hino, que achei tosca e imbecil. Não falo sobre os demais problemas, não são assunto do post. Portanto, é relevante perceber que ao ouvir alguém reclamar do pão ele não está dizendo que todos os produtos da padaria são uma merda. Nem fazendo uma campanha pra destruirem a padaria. Ai cabe a inteligencia de quem le.[/colored_box]

abs,
RicaPerrone

Comentários