Home » Futebol » Clubes » Corinthians » O clássico

O clássico

São Paulo e Corinthians jogavam “tudo”. Um para ainda sonhar com título, o outro para se manter perto do líder e firme na briga. Um em casa, o outro com estréias. Como tem sido quase todo clássico paulista, os dois se prendem e o medo de perder supera a vontade de ganhar.

O Corinthians não existiu no primeiro tempo. Mas, num erro grotesco da defesa do SPFC, fez 1×0. E com este resultado o Corinthians é quase mortal, mesmo jogando mal.

Você pode ir pra cima de qualquer adversário. Mas a qualidade e a forma que ele se posta é que determina o tamanho do seu risco. E contra o Corinthians é quase inviável. Como você mexe na estrutura tática do seu time se o rival tem 2 caras abertos e um centroavante do nível do Ronaldo?

Sempre terão que ficar 4 atrás, invariavelmente. E para isso os 3 zagueiros ficam fixos, os laterais sobem menos e os seus volantes tem menos liberdade. Alem da boa marcação na saída de bola.

O Corinthians é um time ainda desorganizado, mas esse trio de frente se torna mortal quando está ganhando. E foi o que aconteceu.

Porque o Corinthians fez 2×0 e o juiz anulou erradamente. Em seguida, o SPFC fez um gol impedido e empatou.

Jogou melhor o tempo todo, mas o volume não era suficiente exatamente porque é muito dificil pressionar um time que deixa 3 caras rápidos lá na frente. Ainda mais o SPFC que já usa os 3 zagueiros e portanto tem apenas um meia.

O jogo foi feio. O SPFC conseguiu jogar melhor e ainda assim não vencer mesmo favorecido pela arbitragem.

Azar de ambos. Mas, pior para o SPFC que ainda não está na Libertadores e que fica mais longe da briga com o Palmeiras.

O Ricardo Gomes só cometeu um erro. Erro que se repete sempre no Morumbi: Achar que o Hugo tem alguma condição de mudar alguma coisa num jogo importante. Essa insistencia nesse sujeito beira o inexplicavel.

Mas…

abs,
RicaPerrone

Comentários