Home » Futebol » Botafogo » O baile do Engenhão

O baile do Engenhão

0,,35341737-DP,00 (1)_optJogos de futebol tem começo, meio e fim. Clássicos tem apenas começo e meio. O de hoje, com certeza, teve apenas o começo. Levou 30 minutos pro Vasco acabar com a partida. Outros 60 pra afundar o Botafogo numa crise precoce.  E tenha certeza, haverá.

Perder um clássico é normal. Por 6×0, em casa, não é nada normal.  E da forma que atuou o Botafogo hoje, pior ainda. O tempo todo desorganizado, sem ter pra onde ir, sem ter por onde jogar. Enquanto o Vasco deitava e rolava desde o começo.

O show começa com um gol do Dodô de fora da área. Passa por uma bobagem enorme da defesa do Botafogo no segundo gol e ainda tem a expulsão correta de um jogador do time de Abreu.

O terceiro gol não demora a sair. 3×0, 3 de Dodo. Fim de papo?

Nada. Tinha mais.

O Botafogo conseguiu voltar pior do que no primeiro tempo. Mais perdido ainda, sem a menor noção de como agredir sem abrir a defesa inteira e nem de como se defender ainda mantendo alguem la na frente.

Poderia ser culpa apenas do fato de estar com 10, se não estivesse parecido com 11.

A saida de bola é pra lá de previsivel. Vai passar pelo Lucio Flávio e tentar chegar num dos dois lentos e parados atacantes do Bota. Marcar isso é bastante tranquilo…

Time que não tem opções de jogo, normalmente entrega o jogo pro rival de bandeja.

Massacre, este é o termo.

O Vasco usou o calcanhar, deitou e rolou. Parecia um timaço jogando contra um time pequeno, e não era o caso.

Nem do timaço, nem do pequeno.

O Vasco muito me surpreendeu. Toque de bola rápido, pelo chão, cheio de talento. Muito bom o garotão já vendido, que meteu dois. E Carlos Alberto e Dodo, nem precisa falar, quando estão afim são acima da média.

Ainda acho a defesa do Vasco meio fragil, como também acho que falta um pouco de qualidade na saida de bola, seja pelas laterais, ou pelo meio. Mas, la na frente, tem qualidade. E como o jogo foi apenas lá na frente, virou baile.

Era um clássico, e um time grande não toma 6×0 de ninguém impunemente.

Sobrará para alguém. Treinador, jogador, o escambau.

A temporada começa quente pro Fogão, enquanto o pouco comentado Vasco consegue a mais expressiva vitória dos grandes na temporada. E pasmem, tendo sido o único a enfrentar outro grande até aqui.

Sobre o torcedor que queimou a camisa, sinto pena. A camisa é do CLUBE, e não se atinge o TIME atual queimando o manto sagrado de um dos gigantes do futebol brasileiro. Isso não é torcedor. E com certeza não reflete a torcida do Fogão.

O carioca começa quente! Lá se vão 3 rodadas, onde os grandes vencem, o clássico teve goleada e reforços ainda virão para os 4 grandes.

Jogão!

De um time só, mas… jogão!

abs,
RicaPerrone

Comentários