Home » Futebol » Clubes » Cruzeiro » Normal

Normal

Um time do Roth não sabe agredir. Sabe se defender e partir num contra-ataque para achar um gol. Um time sem técnico depende, também, do individualismo.

A bola entrou pro SPFC, o Cruzeiro empatou. Em 2 lances rápidos surgia um vilão e um herói na mesma pessoa.  Com 2×1, gol de Lucas, o Cruzeiro não sabia mais o que fazer.

Agredir um time que estava em condições de fazer exatamente o que de melhor faz o Cruzeiro é cruel. E assim, 3×1. Quase 4, não fosse o penalti perdido.

E o Cruzeiro dando bico pra cima, cruzando de qualquer jeito. Pois é isso que o ex-líder comandado pelo péssimo Roth fará toda vez que PRECISAR agredir.

Só por ser o Cruzeiro e ter o tamanho que tem já deveria. Mas o futebol atual permite, desde que você saia com 3 pontos.

Jogou pouco em todos os jogos que venceu. Jogou pouco hoje, de novo. Mas perdeu.

O São Paulo tem talentos individuais capaz de achar gols em meio a uma partida sem cerimonias. O Cruzeiro nem tanto.

É bem notável e fácil entender que, fora, o Cruzeiro é altamente perigoso. Em casa, tendo que agredir, dando ao adversário o direito de se fechar, nem tanto.

Normal.  O Cruzeiro do Roth que não sabe agredir, o SPFC de ninguém que tem surtos e apagões.

abs,
RicaPerrone

Comentários