Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Não se engane

Não se engane

Fazer 4×0 no time reserva do Avaí não pode ser considerado um resultado sequer surpreendente. É um pouco acima do mínimo exigido pelas camisas e times em questão. Mas, repito o que disse nas últimas duas derrotas do Flamengo: “Não se engane”.

Não é porque venceu que foi bem. Venceu porque foi bem. Os placares dos dois jogos contra o Ceará mentiram, como o de hoje também mente. Era pra ser uns sete…

Quando perde, nada serve. Eu disse, nos dois jogos derrotados, que o Flamengo tinha feito seus dois melhores jogos no ano e que a eliminação foi um acaso do futebol.

Exaltados, alguns discordaram. Outros não.

Como hoje, eufóricos, dirão que “tô sem freio”. E amanhã, quando o mesmo Flamengo perder um jogo por não ter um lateral esquerdo ou por ter uma zaga não tão forte, dirão que “assim não dá”.

Sem ilusões. Não se engane.

O Flamengo tem, do meio pra frente, o melhor time do país. Mas isso é “no papel” e, apenas agora, começa a se desenhar na prática.

“Contra o Avaí?”, você pode perguntar.

Não, pior. Contra os reservas do Avaí.

Mas a vitória de hoje, não se engane, não foi contra o Avaí.

Foi contra a “injustiça” de ter jogado bem e perdido, foi contra a desconfiança sob o Ronaldinho, foi contra os céticos que acham que o time é um bonde desorganizado e sem padrão e, principalmente, contra a tendência espetacular que a gávea apresenta para crises sem pé nem cabeça.

Se o Fla vencia e não convencia, contra o Ceará convenceu e não venceu.

Eu dizia: “Não se engane”.

Hoje, vencendo, convencendo e crescendo, eu repito: “Não se engane”.

E é com você mesmo, que diz ver no Flamengo um time sem padrão, com um técnico aposentado e um craque que não pode render mais nada.

Não se engane. O Flamengo é um dos três principais favoritos ao título, e isso não tem nada a ver com a vitória de hoje.

abs,
RicaPerrone

Comentários