Home » Futebol » Nada deve mudar

Nada deve mudar

Tricolores preocupados, podem se manter assim. Se a você parece que a administração atual é responsável pelos problemas do clube, saiba que as chances dela continuar são enormes.  Se você acha que a atual diretoria é fantástica, solte fogos, pois a tendência é a manutenção.

Passei 2 semanas conversando com membros do alto escalão do SPFC de todos os lados políticos possíveis. E as notícias não são boas.

No SPFC existem grupos. Cada grupo decide se vai pra situação ou oposição conforme o momento. Existe, porém, a “situação”, que são os caras que hoje controlam o clube.  A tal “oposição” não existe. E quando disso isso não opino, apenas relato frase dos líderes do que ela deveria ser. Eles mesmos assumem: “Hoje, não há oposição no SPFC. Sempre foi fraca, hoje nem existe”.

Todo clube precisa de oposição. Até por uma questão de fiscalização. No Tricolor existem alguns grupos que até tendem a se posicionar contra a situação, mas como são independentes e não se relacionam entre si, não formam uma oposição.

Perguntei a eles qual era o candidato da oposição. A resposta de todos os lados foi preocupante: “Não há nome para dirigir o SPFC hoje”. Ou seja, a situação não terá com quem brigar nas eleições.

Juvenal, muito inteligente, articulou uma forma de controlar o SPFC quase sozinho, não ser fiscalizado, não ter quem o questione e ainda levar pro seu lado alguns lideres importantes.  Quando há qualquer tipo de principio de revolta, imediatamente ele trata de juntar meia duzia pro lado dele e tudo fica em paz.

No Morumbi a torcida não tem peso. E quando digo isso me refiro a parte politica, já que votam os sócios no conselho. E aí sim, pelo conselho, se elege um presidente. Só que o conselho tem hoje mais de 70% de situação. O que anula qualquer chance de mudança na diretoria.

Portanto, o torcedor pode se revoltar a vontade. Na hora de mudar algo, nada disso terá importância. Enquanto os sócios forem felizes com a área social e o conselho for formado por 70% de situação, obviamente tudo fica como está. É matemático.

A imagem acima é um protesto que anda circulando no clube e por email entre alguns membros insatisfeitos. Um logo que brinca com o logo de reeleição do Juvenal, só que sugerindo sua saida.

Há aquele processo que anula a mudança de estatuto e, portanto, anularia a condição do Juvenal. Mas, por acreditar que a mudança “zere” as condições, é bem possível que ele tente se reeleger ano que vem alegando ter sido seu “primeiro mandato no novo formato”.

E aí você vai me perguntar: Mas se conseguiram cassar o mandato na justiça, porque a oposição não fez uso disso e pressionou? Porque se anularem as coisas pós juvenal, muitos dos conselheiros tem também sua eleição anulada. E eu pergunto: Interessa a eles ver o Juvenal cair se eles cairem juntos?

Juvenal tem seus fiéis escudeiros e não ouve ninguém. Faz o que bem entende, não quer saber o que ninguém pensa sobre o clube. Só ele manda, só ele fala, só ele pensa. Isso incomoda até alguns membros da situação, porém, insatisfeitos, vão se unir a quem? A oposição. E quem procurar em caso de mudança? A oposição não tem lider,  não tem chapa e não tem candidato.

Ou seja, se está insatisfeito, fica chorando. Não há alternativas.

Eu não vou entrar no mérito da administração em si. Tem coisas boas, coisas ruins. O questionável é a ditadura, a empáfia e o continuismo. Isso eu reprovo, seja o Juvenal, seja o Dualib, seja o Marcelo Teixeira, seja quem for.

Então, pra resumir, a coisa é complicada. Eu não me envolvo ha tempos com a politica do SPFC, mas fui procurado por muita gente nas ultimas semanas e resolvi ouvi-las. Almocei e jantei por 2 semanas com ex-presidentes, lideres de grupos e conselheiros vitalicios do clube. O discurso é parecido, mas a perspectiva idem.

A única alternativa a oposição hoje é que haja uma mudança radical. E pra isso acontecer o time precisa cair, ou um cara de muito alto nível mudar de lado, ou um ex-presidente de muito nome aceitar voltar. As chances são muito remotas de tudo isso acontecer.

Eles sondam o Marco Aurélio, sondam o Julio, todos sabem disso. Mas a questão é: Quem sonda? Pra que grupo? Com o apoio de quem?

Num grupo está o diretor de marketing. Ele não irá virar de lado. No outro há conselheiro/diretor, que não vai mudar de lado. Em outro há um grupo de pessoas ligadas ao Juvenal. Sobra um ou dois grupinhos, que sozinhos não tem força pra fazer nem fumaça.

Nos bastidores todos se preparam para uma tentativa de reeleição do Juvenal em abril. E se isso acontecer, o estatuto do clube terá sido pisado mais uma vez. Mesmo estatuto tão respeitado na hora de não ter camisa 3, e tão desconsiderado na hora de manobrar politicamente.

O Tricolor é o clube do Juvenal. Hoje, infelizmente, é isso. O SPFC tem dono.

Se gosta, fique feliz. Se não, tenha poucas esperanças de ver algo mudar em breve.

abs,
RicaPerrone

Comentários