Home » Futebol » Clubes » São Paulo » #Morumbizero

#Morumbizero

Bastante interessante o protesto da torcida do SPFC para o jogo contra o Coxa. Deixar o Morumbi vazio, ninguem entra, assim, a imprensa notará a insatisfação e também dará espaço para cobranças no clube.

O que eu quero lembrar sobre este protesto é bem simples.

Se estão protestando por resultados, são mimadinhos. Time que vive entre os primeiros e acaba de perder 2 semifinais não é um time que mereça protestos.

Mas, como sempre digo, sãopaulino não tem idéia do que é sofrer. Ele ACHA que sofre, mas só vive de título e “quase título”, o que pra outros grandes é quase sonho, pra alguns mimados é “crise”.

Se for pra protestar contra a diretoria, a forma com que o time se compromete em campo, absolutamente perfeito! Mas não acredito pois vi esta mesma torcida aplaudir um futebol pra lá de mediocre em troca de 3 pontinhos no final.

Me lembro, inclusive, que num SP x Flamengo, em 2008, houve um protesto fora do estádio porque o SPFC era quinto colocado. Jorge Wagner, Borges, Hernanes, todos vaiados e xingados, foram campeões semanas depois.

É preciso tentar unir pessoas em torno de uma idéia, nào de uma ação.  Não ir ao jogo é mole, vai chamar atenção, mas, sinceramente, na semana do Corinthians na final da Libertadores vai virar uma notinha no jornal e olhe lá. O importante é que o clube note que não está agradando.

E não pelo placar do jogo, mas pela forma de conduzir a pesadíssima camisa que tantos amam.

Se querem pedir menos arrogancia da diretoria, não sejam arrogantes na cobrança. Não PRECISA título. O SPFC vive transição, é natural. O que precisa é foco, diretoria menos arrogante e incoerente, e principalmente respeito com  camisa do clube.

Isso vem de todos os lados. Como bem disse o péssimo Leão, eles não podem dizer o que pensam da torcida. Se pudessem também teriam lá suas queixas, como por exemplo a festa feita pro Luis Fabiano vir ser super-man onde nunca foi e a falta de critério para vaiar outros que erram 2 passes em 10 minutos.

Se tem algo de interessante no protesto é a idéia de unir torcedores de uma torcida que sempre foi fria e distante. Talvez, num momento menos glorioso, a exemplo das mais fortes torcidas do país, as pessoas comecem a discutir e formar uma cara.

É hora de saber o que quer. O clube parece não saber, mas de nada adianta o protesto se quem protestar também não souber.

“Ah eu quero ganhar!”. Volta pra casa, filho. Você quer o que todos querem.

“Eu quero meu clube representado de acordo com aquilo que sempre pregou. Quero as características dele de volta”. Ótimo! Mas comece por você, talvez exaltando quem merece, não aplaudindo treinador que volta após ter largado tudo, não achando 1×0 com futebol de Novorizontino bonito e nem achando que é “legal” pisar no que assina, como por exemplo a taça das bolinhas.

Líderes são reflexo do que representam. Se Juvenal assina e depois diz que não, se promete e muda de idéia e se amanhã ele pode, de novo, dar um olé no estatuto, é porque tambem a enorme maioria dos torcedores aceitou essa situação quando foi interessante.

Pedir coerencia de torcedor é demais, eu sei. Mas a credibilidade de qualquer protesto vai muito de acordo com os protestantes.

abs,
RicaPerrone

Comentários