Home » Futebol » Atlético MG » Me queira bem

Me queira bem

É irrefutável o Atlético Mineiro de Cuca.  Time que sorri enquanto corre, que faz rir enquanto dribla, que faz chorar quem o confronta.

Para que todos nós tenhamos num futuro próximo a volta do que chamamos de “futebol brasileiro”, é preciso querer bem o Galo de 2013.

Cruzeirenses não. Estes estão isentos dessa regra por motivos óbvios, afinal, a rivalidade é tão fundamental quanto a bola, as traves e a grama.

O volante que marca, os atacantes quase pontas, o centroavante fixo, o meia que enfia as bolas como um craque.

O Galo é o estereótipo de um grande time de futebol brasileiro.  Aquele, lembra?

Se não lembra, veja o Galo jogar. Se lembra, mate saudades.

Se nunca viu, veja agora.

Não porque o Galo será campeão de tudo, talvez não seja de nada. Mas porque trilha, como quase sempre os times do Cuca trilharam, um caminho sem perder a identidade.

O Atlético precisa vencer. Por eles, por todos nós.

Por um país apaixonado por futebol que de repente passou a amar o resultado dele, e nada mais.

Queira bem o Galo. Por mais personalidade e postura de gigante, não apenas placares que insinuam o que as imagens não provam.

O Galo prova. Não no placar, que é quase sempre inferior ao que “merecia” ter sido. Mas com um futebol digno de quem entra pra buscar e não pra “não perder”.

abs,
RicaPerrone

Comentários