Eu não carrego comigo nenhuma “raiva” da CBF como a maioria foi induzida pela mídia a ter. Entendo que ela é uma organização política e portanto qualquer exigência sobre sua motivação pró espetáculo é uma ilusão de quem não conhece o sistema e quer muda-lo pelo twitter.

Mas entendo que ela tem defeitos graves. Especialmente a falta de relacionamento entre marketing, presidência, futebol, comissão técnica, clubes.  Todas devem funcionar, afinal, a seleção é extremamente bem estruturada, respeitada e vencedora. Os patrocinadores sempre estão lá, o Brasileirão segundo 99% dos clubes é super bem organizado e portanto não há do que se reclamar.

Há sim.

Qual a dificuldade que a CBF tem em ver que houve uma burrice imposta por Globo, clubes, ela e Conmebol em permitir que a data FIFA caia próxima de uma semifinal?  É mais bonito fingir de morto do que assumir publicamente “erramos, vamos corrigir”?

Já nem deveria ter jogo em data FIFA. Mas a Globo quer jogo, paga, os clubes baixam as calças, pegam adiantamento e dizem amém. Depois vem na cara de pau na tv dizer pro torcedor que são vítimas do calendário. E nós, otários, acreditamos.

Mesmo assim, em casos como esses, a CBF poderia sim ter o bom senso de aliviar a antipatia sobre ela mesma, ajudar o futebol brasileiro que é seu dever, e zelar pelo seu torneio.

Quer convocar? Convoca! A gente fica feliz em ver nossos jogadores na seleção. Tira os caras da rodada do Brasileirão, ok.  Mas da semifinal?

Custa a humildade de reconhecer um erro e liberar os semifinalistas do segundo amistoso, por exemplo? O adiamento dos jogos eu duvido, a Globo não vai deixar e não tem calendário pra isso. Mas se está em suas mãos o meio termo de dizer pro torcedor que você o respeita, porque não?

Jura que é fundamental ter o Paquetá contra El Salvador? Que sem o Fagner não dá pra enfrenta-los? O Dedé não pode perder a chance de parar esse ataque?

Vocês sabem que não. Eu sei, todos sabem.  Mas a vontade de ficar calada diante dos erros é tamanha que invalida até mesmo as tentativas de entende-la, CBF.

Faz 4 dias que você poderia ter dito: “Erramos. Vamos liberar os jogadores das semifinais”.

Mas não. Vão gerar mais antipatia a entidade, a seleção e prejudicar um torneio fantástico em troca de que? De nada. Absolutamente nada.

As vezes a gente entende pela parte política, pelo sistema, pela burocracia. Outras a gente não entende nem fazendo esforço.

abs,
RicaPerrone