Home » + Chamada » Marielle “e o Aécio?”

Marielle “e o Aécio?”

Talvez você ache que estou falando de política, mas não estou. Raramente falo de política. Falo de comportamento, o que é muito diferente mas também de compreensível dificuldade interpretativa diante das amostras recentes pelo país.

Toda vez que alguém comemora a condenação do Lula e/ou cobra por ela, imediatamente aparece alguém dizendo “e o Aécio?”.   E como o Aécio existem 500 pra ser presos neste país, é óbvio. A questão é tão mais simples sobre essa pergunta que eu nem sei porque ela entra na parte política.

Quando mataram a Marielle, mataram uma representante de um grupo grande de pessoas e portanto, naturalmente, sua morte foi infinitamente mais falada, cobrada e revoltante que um assassinato quase idêntico e simultâneo na Barra da Tijuca.

Ela era negra, mulher e gay. Portanto a morte dela REPRESENTAVA mais coisas do que um assassinato entre os 60 mil por ano no país. Acho que qualquer pessoa entendeu isso, mesmo as que eventualmente odiassem a Marielle.

O Lula é o organizador, o líder da maior gangue já flagrada em todos os tempos. Lula é o cara que se criou dizendo que “comigo não seria assim”, e foi o que pior fez. Ele traiu milhões de pessoas que hoje ainda preferem morrer abraçados ao ídolo do que a justiça.

Sim, o Lula é MUITO maior que o Aécio. E o Aécio por sua vez é apenas a representação mais recente do anti-PT. O que não significa que ele tenha 10% da importância e da representatividade do Lula quando se quer ver um corrupto preso.

Desconheço pessoas que defendem o Aécio.  O Aécio Neves é um derrotado em eleição presidencial, não um cara que comandou um partido/gangue/máfia no poder maior de um país por 13 anos.

Lembra do “e o Cunha?”.  Então…

É absolutamente natural que o Lula seja o “Bin Laden” dos Brasileiros e o Aécio seja um inimigo qualquer, como outros tantos. A comparação é uma resposta colegial. O garotinho que diz “bobo é seu nariz”  quando ofendido no patio.

Querer o Lula punido não tem nenhuma relação com Aécio. Exatamente porque querer justiça e se revoltar mais pela morte da Marielle também é natural diante de outras 60 mil mortes.   A não punição aos assassinos da Marielle implica em dizer para os bandidos que se nem a morte dela foi resolvida, imagine as demais.

A condenação do Lula representa a justiça acima da mais alta camada dos corruptos. E portanto abre-se o precedente fácil para que qualquer outro seja também punido. A absolvição dele seria a absolvição do Aécio. O HC dele, daria também tempo para o Aécio.  O contrário não. Hierarquia.

Representatividade. É simples. Basta querer.

E sim, queremos o Aécio preso. Mas o Lula é Copa do Mundo, o Aécio é Copa América. Ninguém pinta a rua na Copa América. O que não implica em não querer conquista-la.

abs,
RicaPerrone