Home » Diversos » José Aldo, o orgulho da nação

José Aldo, o orgulho da nação

Eu não manjo o suficiente de MMA para sair dando palpites. Mas tem quem saiba e por sorte eu o conheço. Rafael Duarte é especialista no assunto e vai preencher essa lacuna no blog pra nós. Sentindo falta de palpites e comentários sobre o “esporte do momento”? Então taí, e das mãos de quem realmente entende. 

Com vocês, Rafael Duarte! 

——————————————————————————————–

Para quem gosta de lutas, o UFC 136 vai ser um grande evento. Duas disputas de cinturão, o falador Chael Sonnen de volta ao octógono após 14 meses de suspensão por doping, além de um emocionante combate entre os brasileiros Demian Maia e Jorge Santiago.

Mas o grande destaque do evento para os brasileiros não será a luta principal da noite, envolvendo os americanos Frank Edgar, campeão dos pesos-leve do UFC contra o desafiante Gray Maynard. Para o Brasil emocionante mesmo vai ser assistir ao manauara José Aldo defender o seu cinturão contra o americano Kenny Florian.

Aldo é daquele cara que a gente tem prazer de torcer: nasceu pobre, passou fome e quando saiu da cidade natal fez apenas uma promessa para a mãe: trazer para ela água do mar e conchas, para provar que realmente esteve no Rio de Janeiro. Morou na academia onde treinava, morou na favela, e lutou com toda a sua força para mudar de vida.

Por falar no Rio de Janeiro, é de lá sua maior paixão: o Flamengo. Muito antes das artes marciais mistas virarem mania no Brasil e de outros atletas serem patrocinados por equipes, após toda vitória já fazia questão de levantar uma bandeira do clube ou da torcida para o mundo inteiro, sem receber um centavo por isso.

José Aldo, ou simplesmente Júnior para os amigos, tem uma carreira praticamente perfeita no MMA, com 19 vitórias e apenas uma derrota, sofrida em 2005. Tem um estilo agressivo de lutar, tanto que metade das suas lutas sequer passaram do primeiro round.

Se precisar lugar no chão, usa muito bem seu jiu-jítsu, onde é graduado com a faixa preta. Mas é em pé que o show de seu muay thai é garantido, com nocautes fulminantes como o contra Cub Swanson, quando a luta acabou em apenas 8 segundos após uma fantástica joelhada voadora dupla.

Seu adversário é o famoso cara do “quase”: quase foi campeão do The Ultimate Fighter, reality show do UFC, ao perder na final para Diego Sanchez. Na categoria dos leves, quase foi campeão por duas oportunidades sem êxito. Agora, na quarta categoria diferente de peso tenta mais uma vez a sorte.

Agora em sua quarta categoria de peso diferente tentará mais uma vez conseguir o título, mas terá que derrotar um dos maiores lutadores da atualidade, além do Brasil inteiro que estará dentro do octógono torcendo pelo brasileiro.

No UFC 136 eu aposto em José Aldo. E você?

Rafael Duarte

Rafael Duarte, 25 anos, publicitário. Apaixonado por esportes, arrisca-se a escrever sobre um dos que mais o conquistou nestes últimos anos: o MMA.

Pode ser encontrado pelo twitter @rafa_duarte.

Comentários