Home » Futebol » Botafogo » Jogo de favoritos

Jogo de favoritos

Botafogo e Cruzeiro foram a campo brigar para se manter na disputa pelo título brasileiro. E mesmo com empate, não há quem possa sair do Engenhão dizendo que ambos não mereçam estar onde estão.

Partida dramática, com lances de alta técnica, de muita raça, lances polêmicos, tudo que envolve um grande clássico. E no final das contas, entre a técnica de 2 meias tradicionais e a força tática do Fogão, tudo igual.

Os dois times começam bem o jogo e buscam o gol. Alessandro faz um golaço logo no começo e facilita pro Fogão, que continua tendo algumas jogadas de perigo mesmo vencendo. E quando o Cruzeiro começava a se ver preso na marcação do Bota, surge um “erro” do Joel que mudou o jogo.

Ao perder o Danny Morais, colocou o Caio. E quando fez isso parecia uma alteração ousada pra quem ganhava o jogo. Mas no final das contas, ao contrário do que se viu contra o SPFC, essa mudança deu vantagem ao Cruzeiro no meio-campo.

E aí, Joel…  Montillo e Roger não são Rodrigo Souto e Casemiro. A bola rola fácil demais para os dois, e nessa o Cruzeiro virou.

Virou com um pênalti que eu não enxerguei. E sofreu o empate com outro que também não vi.

Durante toda a partida os dois times mostraram vontade, técnica e capacidade de reverter uma situação. Ingredientes de times que brigam por título.

Gostei muito da atuação do Roger, que é craque, pena que não consegue dar sequencia. O argentino fez 2, jogou muito e levará nas costas o mérito do empate. Mas as bolas sairam do Roger, ele criou tudo no segundo tempo.

No Botafogo, deu pra notar um “peso” no ataque. Jobson faz muita falta a este time. Tanto pela capacidade individual quanto pela movimentação. O Herrera, o Caio e o Edno não tem característica parecida com ele. É quase “insubstituível”.

Ficou devendo a torcida do Bota. Hoje era pra casa cheia, o que não aconteceu. Se quer ser campeão e dizer “nós” no fim do ano, que seja “nós” o campeonato todo. É hora de estar junto e ajudar.

Um “sem casa” e ainda assim em grande fase, outro “em casa”, mas sem grande torcida mesmo em grande momento. Dois times que merecem estar na ponta e que hoje honraram suas posições na tabela.

Jogaço!

abs,
RicaPerrone

Comentários